Aprendendo a incentivar suas equipes comerciais ūüď∂
1
0

Aprendendo a incentivar suas equipes comerciais ūüď∂

Uma aula repleta de insights para otimizar suas estrat√©gias de incentivo e pr√°ticas de gamifica√ß√£o! ūüíľ

Elevator Pitch
6 min
1
0
Email image
Email image
ASSISTA A AULA GRATUITAMENTE AGORA!

ūüďö O que voc√™ vai aprender nessa aula da PipeLovers?

  • Nesta aula exclusiva, descubra o poder dos incentivos financeiros e n√£o financeiros para motivar equipes, ajuste modelos falhos e escolha as ferramentas certas. Uma abordagem envolvente: a gamifica√ß√£o para treinamento e desenvolvimento de compet√™ncias em vendas.

ūüíľ Conhe√ßa Marcio Pereira, Head Customer Acquisition & Indirect channels - B2B da CREDITAS

  • Com mais de 18 anos de experi√™ncia, Marcio √© especialista em Vendas, Marketing e Consultoria Empresarial, destaca-se por liderar equipes de vendas, desenvolver neg√≥cios e implementar estrat√©gias "Go-to-Market". Sua vasta expertise abrange os setores de Educa√ß√£o, Telecomunica√ß√Ķes e Tecnologia da Informa√ß√£o.
ASSISTA A AULA GRATUITAMENTE AGORA!

Email image

Quais s√£o as principais formas de incentivo normalmente utilizadas para equipes de vendas B2B? Em qual contexto essas formas de incentivo s√£o aplicadas?


Marcio Pereira: As principais formas de incentivo incluem remunera√ß√£o vari√°vel, comiss√Ķes associadas a metas de vendas, campanhas de incentivos para promover upsell e cross-sell, e estrat√©gias de reten√ß√£o de clientes. Al√©m disso, existem op√ß√Ķes de incentivos de curto prazo, como recompensas simples para motiva√ß√£o di√°ria, e incentivos de longo prazo, como planos de participa√ß√£o na empresa. Essas formas de incentivo s√£o aplicadas de acordo com o contexto de mercado.

Em tempos de bonan√ßa, as empresas podem ser mais generosas com seus incentivos. Por√©m, em per√≠odos de crise, como o atual, as empresas podem reduzir a agressividade de seus programas de incentivo. Al√©m disso, as estrat√©gias de incentivo s√£o adaptadas para diferentes metas, como vendas de produtos espec√≠ficos, reten√ß√£o de clientes, ou mesmo planos de carreira para reten√ß√£o de profissionais, como os SDRs, que envolvem planos de desenvolvimento e promo√ß√Ķes internas.


Qual é a melhor abordagem para a remuneração variável de vendedores: atrelar ao atingimento de metas ou um modelo de comissão sobre vendas?


Marcio Pereira: A escolha entre remuneração variável atrelada ao atingimento de metas e um modelo de comissão sobre vendas depende do estágio de maturidade da empresa e da área comercial. Em empresas mais estruturadas, a remuneração variável atrelada a metas é preferível, pois oferece previsibilidade tanto para o vendedor quanto para a empresa. No entanto, em empresas em crescimento, o modelo de comissão sobre vendas pode ser eficaz para fornecer aos vendedores uma compreensão clara de sua remuneração, especialmente em mercados novos ou incertos.

√Č importante definir regras claras e pol√≠ticas de remunera√ß√£o, explicar as metas, e considerar a capacidade de atingir essas metas. Tamb√©m √© essencial monitorar o hist√≥rico de pagamentos e acompanhar o cancelamento de vendas para garantir uma pol√≠tica de remunera√ß√£o eficaz. Al√©m disso, o modelo de Capacity, que leva em conta a capacidade dos vendedores, √© frequentemente utilizado na defini√ß√£o de metas de vendas.

A política de remuneração variável deve ser bem planejada para evitar desentendimentos e garantir que os vendedores tenham clareza sobre como alcançar suas metas e receber suas recompensas.


√Č o retorno financeiro a melhor maneira de incentivar uma equipe de vendas?


Marcio Pereira: Não necessariamente. Além do retorno financeiro, existem outras formas eficazes de incentivar equipes de vendas. Um exemplo prático inclui a criação de programas de reconhecimento, como o "Top Club", em que os vendedores são recompensados não apenas com base em resultados financeiros, mas também em competências e experiências.

Al√©m disso, pequenos incentivos, como vouchers para jantares, sapatos ou experi√™ncias, podem ser motivadores. O reconhecimento e o engajamento da equipe tamb√©m desempenham um papel importante na motiva√ß√£o, seja por meio de reconhecimento p√ļblico ou reuni√Ķes com diretores para discutir carreira.

Esses incentivos podem não estar diretamente relacionados a dinheiro, mas têm o poder de motivar e engajar a equipe comercial.


Email image

Alguma vez você já se viu com um modelo de incentivo falho?


Marcio Pereira: Sim, houve situa√ß√Ķes em que os modelos de incentivo falharam. Por exemplo, ao criar incentivos para produtos ou renova√ß√Ķes, se n√£o forem cuidadosamente pensados, podem levar a resultados indesejados, como incentivar pr√°ticas que n√£o beneficiam a empresa a longo prazo. √Äs vezes, planos de incentivo n√£o alinhados com a realidade do mercado e da oferta tamb√©m podem gerar frustra√ß√£o e falta de engajamento na equipe.

Para corrigir esses problemas, é essencial monitorar e avaliar constantemente os resultados e o impacto dos programas de incentivo. Se um programa não está funcionando conforme o esperado, é necessário reformulá-lo, considerando o feedback dos vendedores e ajustando-o para que seja mais eficaz. A comunicação clara e o acompanhamento do engajamento também são cruciais para garantir que os vendedores compreendam os incentivos e sua viabilidade. Além disso, é importante envolver vendedores experientes na revisão dos programas de incentivo para evitar falhas.


Como definir uma boa ferramenta ou metodologia de acordo com os modelos de incentivo de cada equipe?


Marcio Pereira: Para escolher a ferramenta ou metodologia adequada para os modelos de incentivo de cada equipe, é importante considerar o tamanho e a complexidade da operação de vendas. Aqui estão algumas dicas práticas:

  1. Avalie o tamanho da equipe: Plataformas de incentivo podem ser uma op√ß√£o quando sua equipe de vendas atinge um tamanho significativo, geralmente 20 vendedores ou mais. Para equipes menores, solu√ß√Ķes mais simples, como cart√Ķes de benef√≠cios flex√≠veis, podem funcionar bem.
  2. Considere ag√™ncias de incentivos: Existem v√°rias ag√™ncias especializadas em incentivos comerciais que oferecem plataformas e servi√ßos para a gest√£o de programas de incentivo. Algumas op√ß√Ķes s√£o Digi, IT+, You Incentivos, Premier, Groove e GoPoints.
  3. Familiarize-se com regulamenta√ß√Ķes: No Brasil, existe a Lei 8.212-91, que trata de incentivos ligados a metas comerciais. √Č importante ler e entender as implica√ß√Ķes tribut√°rias e fiscais desses programas, bem como consultar advogados e a equipe de RH para garantir a conformidade.
  4. Aproveite a gamifica√ß√£o: Utilize elementos de gamifica√ß√£o para tornar os programas de incentivo mais envolventes. Crie campanhas de incentivo que envolvam competi√ß√Ķes, recompensas e reconhecimento, tornando o processo mais atraente para a equipe de vendas.
  5. Gerencie todo o ciclo: Além de escolher a ferramenta ou metodologia certa, preste atenção ao ciclo completo do programa de incentivo. Isso inclui o lançamento da campanha, a comunicação, a entrega dos prêmios e a celebração dos vencedores, a fim de gerar entusiasmo para futuras campanhas.

A escolha da ferramenta ou metodologia deve ser baseada nas necessidades específicas de sua equipe de vendas, no tamanho da operação e nos objetivos do programa de incentivo. A comunicação clara e o acompanhamento ao longo de todo o processo são essenciais para garantir o sucesso do programa.


Qual é a sua opinião sobre a gamificação de processos de vendas e qual o papel do profissional de planejamento comercial na criação e manutenção dessa prática?


Marcio Pereira: A gamifica√ß√£o √© uma estrat√©gia interessante, especialmente para a gera√ß√£o atual de profissionais, que muitas vezes s√£o entusiastas de videogames. No entanto, a gamifica√ß√£o √© mais eficaz quando atrelada a uma estrat√©gia de treinamento, capacita√ß√£o e desenvolvimento de compet√™ncias. √Č uma ferramenta valiosa para gestores de planejamento, vendas e RH, pois permite criar trilhas de aprendizado e compet√™ncias. A gamifica√ß√£o tamb√©m pode ser usada para engajar a equipe em campanhas de vendas, incentivando o aprendizado sobre novos produtos e estrat√©gias de vendas

A gamificação pode ser uma abordagem eficaz para tornar o processo de aprendizado e treinamento mais envolvente e motivador para os profissionais de vendas. No entanto, é importante equilibrar os elementos de jogo com os objetivos de aprendizado e desenvolvimento.


Para acessar a aula completa, clique no link abaixo e transforme a sua carreira em vendas!

Email image
ASSISTA A AULA GRATUITAMENTE AGORA!
Email image

NÃO SE ESQUEÇA DE COMPARTILHAR ESTA AULA GRATUITA COM SEUS COLEGAS!

Compartilhar conte√ļdo